Uung Stoneborn'd

Anão Ladino Cego

Description:

DWARF ROGUE

Unique:

Backgrounds:

Icon Relationships:
Prince of Shadows +2
Dwarf King +1

Feats: Cunning

Flying Blade: Ranged attack Special: You must use a small bladed weapon with this attack. Target: One nearby creature Attack: 5 vs. AC Hit: 2d43 damage, and if your natural attack roll is even and one of your allies is engaged with the target, you can use your sneak attack damage for the round. Miss: 2 Damage.

Roll With It: Momentum power (1x per round). Interrupt action; Momentum Trigger: A melee attack that
targets AC/PD hits you. Effect: You take half damage from that attack.

Tumble Strike: Melee attack Always: You gain a 5 bonus to all disengage checks you make this turn. You can also move to engage an enemy, make this attack against it, and then use a quick action to attempt to disengage from it Attack: +5 vs. AC Hit: 2d83 damage.

That’s Your Best Shot:

Momentum: You gain momentum by hitting an enemy with an attack. You lose momentum by getting hit by an attack.

Clever Attack: Once per round when you make a rogue melee weapon attack against an
enemy engaged with one or more of your allies, you can deal +1d6 damage if your attack hits.

Trap Sense: On a natural even failure to spot a trap, reroll the check. If a trap’s attack that targets the rogue is a natural odd roll, force the trap to reroll the attack once.

Tumble: +5 to disengage checks. While you are moving, if an enemy moves to
engage you, you can make one disengage roll per enemy as a free action. Fail & stop move. No penalty for
disengaging from more than one enemy at a time.

Thievery Talent: Get +5 background for free

Equipment: Crossbow with knife

Bio:

Uung nasceu cego. Porém, desde que se entende por anão, consegue se comunicar com a terra de uma maneira apenas sonhada por outros de sua raça. Essa comunhão fez dele um personagem unico, seja na Forge ou em qualquer lugar que ele vá, pois é como se a terra conversasse com ele – pouco lhe passa despercebido – desde que tocando algo que esteja conectado à terra.

Essa habilidade lhe trouxe muito renome (além do fato de ter nascido em uma família rica e importante da rígida estrutura anã) o que lhe proporcionou um encontro com o Dwarf King!

Devido à sua inteligencia aguçada, sempre se interessou por assuntos os mais diversos, e sua ligação com a terra o fez desenvolver uma maneira única de ler: ele vai batendo com uma pedra no livro, e as vibrações que recebe de volta o “contam” o que está escrito. Começou a ler muito sobre a cultura anã, sobre deep underworld, e ao ler sobre a guerra ficou curioso com a forma como os elfos faziam magia.

Assim já leu muitos tomos sobre essa forma de manipulação dos poderes pelos elfos. Esse conhecimento, embora não tenha interesse em aprender a lançar magias, o fez saber evita-las muito bem. O que mais tarde se tornou mais que uma curiosidade, já que ele odeia o louco e perverso Arquimago, e pretende um dia ser bom o suficiente para um combate frente a frente. Ee sabe que mesmo sendo cego, os mínimos movimentos que os magos fazem com seus pés já dizem muito sobre qual magia será lançada.

O Dwarf King, sabendo dessa intenção, “provocou” um encontro entre Uung e o Prince of Shadows (um de seus agentes, na verdade), para que fosse testado. Esse teste ainda não acabou, mas quando passar ele fará parte da elite do PoS na luta contra a tirania! Pretende, no futuro, ser tão bom e merecedor a ponto de treinar com a Rainha Élfica para saber como vencer um mago e derrotar o Arquimago.

A mesma curiosidade que o fez ser um leitor assíduo de muitas coisas, aliado à uma certa falta de comprometimento com ações pensadas, o levou a investigar sozinho várias vezes o Deep Underworld. Já foi dado como desaparecido por tantas vezes que parou de contar, mas ele sempre voltava após meses (uma vez ficou quase um ano), quando percebia que o veneno liberado na guerra começaria a afeta-lo. Muitas foram as aventuras ali vividas, às vezes passava dias correndo de inimigos vorazes, às vezes lutando em condições que um anão com visão normal jamais conseguiria.

Em uma dessas andanças se deparou com as famosas armadilhas criadas por seus ancestrais para impedir o avanço de tropas inimigas, e foi amor à primeira “vista”. Leu, pesquisou, desmontou, montou, e ativou e desativou por anos, décadas até, vários desses mecanismos, e da mesma forma que um anão tradicional ama cerveja ou tesouros, assim é a paixão de Uung pelas armadilhas. É como se as pedras o desafiassem a tentar cada vez mais inovar em mecanismos intricantes que desafiam a lógica e o bom senso, criando verdadeiras obras de arte.

Em suas andanças pelo Deep Underworld, ele encontrou uma curiosa peça totalmente fora de lugar, uma besta com baioneta, aparentemente normal. Que ele anda com ela e as vezes usa para atacar de longe…

Uung Stoneborn'd

Nova Khorvaire alyssonlago alyssonlago